IMT firma parceria com a Boeing Brasil!

Boeing Brasil estabelece parceria com o IMT para projeto de Laboratório Didático de Integração de Sistemas Aeronáuticos

O Instituto Mauá de Tecnologia recebeu um aporte financeiro da Boeing para iniciar um Laboratório de Integração de Sistemas Aeronáuticos (LISA) em seu campus em São Caetano do Sul!

A relação entre o IMT e a Boeing teve início há alguns anos no Global Engineering Deans Council (GEDC), onde a Mauá foi representada pelo Prof. Marcello Nitz, pró-reitor acadêmico, e se solidificou desde 2022, com visitas ao campus para explorar possíveis colaborações. Além disso, a Boeing ministrou palestras, incluindo o tema “Sustentabilidade na Aviação”, para os estudantes e a comunidade em geral.

Landon Loomis, presidente para a América Latina e Caribe e vice-presidente de Políticas Globais da Boeing, destacou a importância do Brasil na resolução de desafios na indústria aeroespacial global, evidenciada pelo investimento no IMT. Joseph Saab, engenheiro mecânico e professor da Mauá na área de Energia e Fluidos, delineou o projeto do laboratório, enfatizando sua natureza modular e colaborativa, com diretrizes que visam à inclusão, disseminação da cultura aeroespacial e integração entre instituições de ensino, pesquisa e indústria.

O próximo passo inclui pesquisas em laboratórios de outras universidades, empresas e institutos de pesquisa apoiados pela Boeing no Brasil, além do estabelecimento de parcerias e refinamento dos requisitos do projeto do LISA. O IMT também planeja buscar apoio da Força Aérea Brasileira (FAB) para obter uma aeronave sem uso, o que aceleraria o desenvolvimento do laboratório.

O respaldo financeiro da Boeing não apenas fortalece a projeção internacional do IMT, mas também impulsiona sua presença na indústria aeroespacial brasileira, um dos raros setores exportadores de Tecnologia no País. Humberto Pereira, diretor do Centro de Engenharia e Tecnologia da Boeing no Brasil, ressaltou a importância da parceria com instituições acadêmicas para ampliar as oportunidades dos futuros profissionais de STEM, especialmente na Engenharia, onde o Brasil se destaca globalmente.

Apesar de não oferecer um curso específico em Engenharia Aeroespacial, o IMT forma engenheiros reconhecidos internacionalmente, presentes em empresas de destaque no ramo.

O IMT possui diversas atividades no setor, lideradas por pesquisas avançadas do Núcleo de Sistemas Eletrônicos Embarcados (NSEE) e da Divisão de Eletrônica e Telecomunicações (DET), parte do Centro de Pesquisas (CP-IMT). Além disso, projetos como o Human-Powered Aircraft (HPA-IMT), disciplinas sobre Projeto de Aeronaves e equipes de competições acadêmicas como o AeroDesign, que são uma tradição desde 2000, estão em destaque. Há também iniciativas como o CubeSat, o Balão Estratosférico e a nova equipe de Foguetemodelismo, SPACE M, que competirá no LASC (Latin-America Space Challenge) em 2024.

Joseph Saab ressaltou que essa parceria com a Boeing representa uma oportunidade valiosa para a formação dos alunos e para contribuir significativamente para o setor aeroespacial, tanto no Brasil quanto no cenário global.

Seja você também uma profissional com DNA Mauá! maua.br/vestibular

#parcerias #Boeing #BoeingBrasil #LISA #Engenharia #EngenhariaAeroespacial #orgulhodeserMaua

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *