5 dicas para aproveitar melhor o seu tempo e tornar a sua jornada mais feliz

Um dos maiores desafios da humanidade tem sido acompanhar o ritmo frenético com o qual a informação vem sendo propagada. Novas revoluções acontecem todos os dias: em um curto espaço de tempo, muitas áreas, inclusive profissionais, têm perdido sentido.

Com tantas novidades surgindo todos os dias, as coisas têm mudado numa velocidade inédita, transformando, inclusive, a transmissão do conhecimento. A ideia de uma geração transferir o seu conhecimento para a geração seguinte deu espaço a uma nova era de pessoas conectadas e com mais jovens no poder. Tudo flui mais rápido e, se pararmos para analisar, muitas coisas que fazem parte de nossa realidade não têm mais de 10 anos de existência.

É notória, portanto, a necessidade do movimento. É impossível se manter estagnado neste novo contexto e a adaptação a essas mudanças é uma questão de sobrevivência.

1) Está com medo? Vai com medo mesmo – e não dê ouvidos ao seu cérebro “pessimista”

Certamente vivemos sob a óptica do medo: o medo de falhar, de se mostrar aquém das expectativas em sua empresa, entre tantos outros. Ainda mais quando vemos que a concorrência é acirrada e que sobrevive aquele que mais se destaca.

Entenda uma coisa: errar é permitido.

O erro é fundamental porque serve como estratégia para saber se você deve continuar ou mudar o caminho. O que não nos é permitido na atualidade é insistir num mesmo erro. Portanto, arrisque-se e busque por experiências mais enriquecedoras.

É costumeiro verificar no histórico de renomados líderes da atualidade, projetos que não deram certo ou que tomaram rumos diferentes do imaginado. Mas o que os diferencia e os destaca é justamente o tentar, arriscar, não ficar parado.

Agora, se analisarmos friamente esse processo de tentativas, erros e acertos, notamos que uma grande parcela da sociedade prefere permanecer na zona de conforto, fato que pode nos trazer a sensação de segurança, mas nos empobrece. Isso tem uma explicação científica e fisiológica: o nosso cérebro, pensando em preservar o máximo possível de energia, nos induz a atitudes (ou à falta delas) que são representadas por frases (ou desculpas) como: “é muito difícil”; “eu não consigo”; “isso poderá gerar mais trabalho, melhor não fazer”.

O grande diferencial, portanto, está em desafiar o seu maior inimigo: você mesmo.

2) Carpe diem: aproveite o seu TEMPO

Frase de efeito em muitos canais de comunicação, “carpe diem” sempre foi citado por aqueles que querem se divertir mais, aproveitar o seu dia de forma mais feliz e leve. Embora esse conceito não esteja errado, “carpe diem” nos traz à tona a necessidade de aproveitarmos melhor o nosso TEMPO, criando um objetivo maior que nos leve a trabalhar com foco e determinação. Essa atitude nos coloca à frente de nosso próprio tempo, nos prepara/antecipa para ele e nos faz entender que podemos promover mudanças.

Com uma melhor gestão do tempo e uma inspiração que nos move, além de muita transpiração, torna-se mais fácil alcançarmos os nossos objetivos.

Menos reclamação e mais AÇÃO!

3) Use a escola como um ativador do seu potencial

Por muito tempo, os professores e professoras foram treinados para propagar o conhecimento com métodos de ensino tradicionais. Hoje, entretanto, surge um novo desafio: o de educar o(a) estudante para a produção de seu próprio conhecimento.

A escola não deve ser, em hipótese alguma, um local que literalmente “mate” a curiosidade de seus alunos e alunas. Ela tem o propósito principal de aguçar a curiosidade desses estudantes. A instituição também não deve mais trabalhar com o método de ensino por repetição, mas estar aberta a uma nova realidade que envolve novas formas de transmitir os conhecimentos, além de desenvolver as habilidades e competências de cada indivíduo.

É por isso que a Mauá trabalha com uma visão Nexialista, que forma profissionais que fazem conexões a fim de propor soluções inovadoras à sociedade e ao mundo.

4) Drible os males deste século

Cada vez mais o ser humano tem se mostrado nas redes sociais como um mantenedor de uma vida perfeita. E pessoas perfeitas tendem a sê-lo em quaisquer ambientes, incluindo o corporativo.

Nós vivemos numa estrutura contemporânea que trabalha com uma ideia de perfeição: em tese, não são permitidos erros.

Mas lembre-se da primeira dica deste artigo? Nós somos seres humanos que possuem características socioemocionais e estão sujeitos ao erro.

Mude o seu pensamento: pense na ideia da perfectibilidade, ou seja, da capacidade que o ser humano tem de se aperfeiçoar. Errar é permitido, o movimento contínuo exige aperfeiçoamentos que podem vir de um erro.

5) Não estabeleça a sua medida no outro

 O Sol brilha para todos.

Seja com mais ou menos esforço, o seu período de brilhar chegará, desde que você busque se concentrar mais em seus objetivos (inspiração) e trabalhar constantemente (transpiração) para torná-los realidade.

Busque aprimorar suas Soft Skills (inteligência emocional, capacidade de gerir complexidades humanas) e Hard Skills (conhecimento técnico), mantenha o foco, mude a estratégia quando necessário e lá na frente você certamente encontrará o sucesso.

E você, possui mais dicas que possam inspirar os colegas? Conte para a gente aqui nos comentários!

A Mauá tem uma incrível novidade para você: o Vestibular de Inverno para os cursos de Engenharia e Design, com ingresso no segundo semestre de 2021!

Para concorrer às vagas, os(as) candidatos(as) poderão utilizar suas notas do ENEM de 2018, 2019 ou 2020, realizar uma prova, online, em 30 de junho ou utilizar sua Certificação Internacional. Anote na agenda: as inscrições terão início em 04 de maio. 😉

Fique por dentro de todas as novidades: é só realizar o seu pré-cadastro na página: maua.br/vestibular

#Carreira #profissao #MercadoDeTrabalho #GestaodoTempo #Educacao #Graduacao #EnsinoSuperior #vestibular #VestibulardeInverno #vestibular2021 #Engenharia #EngenhariaMaua #Design #DesignMaua #VestibularMaua #ProcessoSeletivo #eusouMaua #vaiMaua #orgulhodeserMaua #vempraMaua #60Razoes #60RazoesParaSerMaua

One Reply to “5 dicas para aproveitar melhor o seu tempo e tornar a sua jornada mais feliz”

  1. A dica do “carpe diem” é muito importante, vejo que as pessoas não costumam curtir a jornada de tão focadas que estão buscando o resultado.
    Aprender a Curtir a Jornada é uma das partes mais importantes do processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.