Ergonomia na Copa do Mundo

Quem está gostando de nosso Especial Copa do Mundo Rússia 2018? 😀

 

Hoje o BLOG da Mauá traz um conteúdo enriquecedor da professora Dr.ª Ana Paula Scabello Mello, especialista em Ergonomia, para explicar a evolução dos uniformes, chuteiras e demais artigos confeccionados para essa modalidade esportiva. 😉

 

O que é ergonomia?

A ergonomia estuda a relação entre seres humanos e os demais elementos envolvidos na realização de suas atividades, com enfoque no bem-estar humano. É uma área de conhecimento caracterizada pela interdisciplinaridade, pois utiliza conhecimentos de diversas ciências para aprimorar a interação entre seres-humanos e sistemas.

A aplicação da ergonomia nos esportes é extensa e de grande importância para o aprimoramento do conforto, segurança e desempenho dos atletas. Ela abrange desde a preparação física ao desenvolvimento de equipamentos, vestuários e acessórios esportivos cada vez mais adaptados às necessidades humanas e às especificidades de cada modalidade esportiva. No futebol, é possível observar a evolução dos uniformes e chuteiras, e até mesmo a transformação do biótipo dos jogadores ao longo do tempo, em função da evolução nos conhecimentos em fisiologia e biomecânica do esporte, aplicados aos treinamentos.

 

Uniformes dos jogadores

Os antigos uniformes de futebol eram confeccionados com fibras naturais, como algodão ou lã, que acumulavam o suor. Hoje as camisas são feitas de tecidos sintéticos de alta respirabilidade e elasticidade, que permitem a rápida evaporação do suor e impedem a aderência ao corpo. Outras tecnologias são aplicadas para aprimorar o conforto, como o uso de tecidos com trama variável, mais aberta em regiões da camisa onde é necessário maior resfriamento do corpo, aumentando o fluxo de ar em áreas específicas.

Pesquisas a respeito das cores dos uniformes sugerem que o contraste com o verde dos gramados pode influenciar a percepção visual dos jogadores e, consequentemente, o desempenho das equipes. Uniformes claros e contrastantes com o gramado aumentam a visibilidade e favoreceriam equipes com esquema tático mais ofensivo no acerto de passes entre os atacantes. Já os uniformes escuros e menos contrastantes com o gramado, portanto mais camuflados, favoreceriam equipes defensivas na tomada de bola dos adversários nos contra-ataques[i].

 

Chuteiras

A evolução da ergonomia das chuteiras também é significativa. No século XIX, quando se introduziram as travas para melhorar a aderência, as chuteiras eram botas de couro com cano na altura dos tornozelos, reforço na região do polegar para suportar o impacto da bola e pesavam cerca de 1Kg. Ao longo do século XX, as chuteiras passaram por transformações de forma e materiais: uso de fibras sintéticas e polímeros, redução do cano, do peso e do tamanho das travas, uso de placas estabilizadoras, além de mudanças na posição da amarração para não interferir no contato com a bola. As estrelas da Copa do Mundo 2018 usarão chuteiras personalizadas, lançadas por tradicionais fabricantes e pesando em torno de 150g.

Que venham os gols!

_____________________________________

[i] Joris Olde Rikkert, Vincent De Haes, Annemiek D. Barsingerhorn, Thomas

Theelen & Marcel G.M. Olde Rikkert (2015) The colour of a football outfit affects visibility and team success, Journal of Sports Sciences, 33:20, 2166-2172, DOI: 10.1080/02640414.2015.1064156

 

 

Posts Relacionados

Copa do Mundo Rússia 2018 | Tecnologia nos estádios

Aquecimento para a Copa Rússia 2018 | Curiosidades sobre estádios

 

#CopadoMundo #Russia2018 #tecnologia #ergonomia #uniformes #chuteiras #vaiBrasil #eusouMaua #vaiMaua #orgulhodeserMaua

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.