A época em que vivemos não é das melhores. Crise econômica, abalo na política, tudo contribui para a queda de oportunidades de estágio e de emprego.

Quando o mercado de trabalho passa por um momento como esse, de mais procura e menos oferta, saber preparar um currículo é essencial para não perder as oportunidades desejadas.

Você se considera um funcionário “pau para toda obra”? Então, é hora de rever o seu conceito. Confira as dicas do Núcleo Brasileiro de Estágios – Nube e entenda a importância de um currículo mais direcionado!

 

TV Nube: Minuto Carreira – evite um currículo “pau-para-toda-obra” from TV Nube on Vimeo.

 

Viu só? Você deve saber adaptar o seu currículo de acordo com a empresa e, assim, se destacar e aumentar as suas chances! 😉

 

Confira as dicas do Nube para fazer um bom currículo

“A primeira impressão é a que fica”, já dizia o velho ditado. Um currículo bem elaborado é um diferencial que poderá estimular o entrevistador a convidar você para participar de um processo seletivo. Portanto  invista tempo e prepare-o com capricho!

Confira a seguir algumas dicas preciosas

1.  Dados pessoais colocados no início facilitam a identificação do candidato. É desnecessário colocar número de documentos ou referências pessoais, exceto quando solicitado pela empresa.

2.  E-mail – Crie um e-mail profissional. Evite e-mails do tipo umagatinha@provedor.com.br

3.  Objetivo – Indique somente uma área de interesse. Caso queira se candidatar a oportunidades de áreas diferentes, é recomendável ter mais de um currículo com objetivos distintos.

4.  Qualificações – Lembre-se de que é um resumo. Destaque no máximo quatro principais qualificações adquiridas em experiências de trabalho formais e informais. Suas inúmeras habilidades poderão ser demonstradas ao longo do processo seletivo.

5.  Formação Acadêmica – Ordene sua atual ou última graduação para a primeira, obedecendo à sequência: curso, instituição de ensino, ano de conclusão ou ano de início e término. Coloque nível técnico ou ensino médio apenas quando for relacionado com a formação atual ou à área de interesse. O mesmo vale quando já tiver cursado mais de uma graduação.

6.  Experiências Profissionais – Mencione o nome da empresa e o período em que atuou lá. Colocar informações sobre a empresa mostra que você se preocupou em contextualizar quem analisa o currículo. É de muito bom tom usar!

7.  Atividades realizadas – Descreva sua experiência de forma objetiva, sempre respondendo à sigla CAR (Contexto, Ação e Resultado).

8.  Idiomas – Ao citar idiomas, detalhe seu nível de proficiência. Experiências de intercâmbio também são muito valorizadas. Lembre-se disso!

9.  Formação Complementar – Inclua os treinamentos e cursos que fizer, desde que tenham afinidade com a futura área de atuação.

10.  Atividades Complementares – Aproveite esse espaço para valorizar atividades exercidas por você no meio acadêmico e social.

Veja outros aspectos que também lhe abrirão portas:

Conteúdo – O currículo deve ser bastante objetivo e conciso, evidenciando suas habilidades, conquistas e experiências. Mencione apenas o necessário para demonstrar que você tem o perfil desejado. A proposta é desenvolver um material que seja claro e ao mesmo tempo desperte o interesse do entrevistador em conhecê-lo pessoalmente.

Ordem dos itens – Logo após dados pessoais, objetivo e qualificações, o profissional que opta por colocar a experiência profissional primeiro, demonstra valorizar esse aspecto. Quem prefere colocar formação acadêmica, dá ênfase a esse ponto.

Tipo e tamanho de letra – Para um currículo mais tradicional, opte por letra Arial, tamanho 12.

Atualização – O currículo é o primeiro contato da empresa com você. Informações atualizadas demonstram seu interesse em manter-se antenado com o mundo. Insira as informações mais recentes e relevantes.

Número de páginas – O currículo deve ter 01 página para profissionais em início de carreira e 02 para profissionais mais experientes.

Para quem não tem experiência profissional – Aproveite o campo Atividades Complementares para mencionar trabalhos voluntários, trabalhos acadêmicos premiados, monitorias na faculdade, atividades em centro acadêmico, empresa júnior ou comissão de formatura, entre outros.

Foto: usar ou não? – Coloque sua foto somente se for solicitada pelos recrutadores. Nesse caso, use o bom-senso e evite imagens de regatas, óculos escuros ou decotes.

Estética – O texto limpo permite uma leitura agradável. Se você for imprimí-lo, capriche no papel e o modo de apresentação.

Português – Tenha cuidado com esse aspecto extremamente relevante. Use um corretor ortográfico, revise a digitação ou peça para pessoas mais experientes revisarem o conteúdo.

 

 

Gostou? Compartilhe as dicas com os amigos! 😀

 

#curriculo #curriculum #CV #Nube #oportunidade #estagio #emprego #eusouMAUA #vaiMAUA #orgulhodeserMAUA

1 comentário para ““À disposição da empresa”? Aprenda a diferenciar o seu currículo e conquistar uma boa vaga”

Quer exibir sua foto? É fácil, basta cadastrar no site Gravatar o e-mail utilizado para fazer os comentários.
Leidejane

20 de setembro de 2017 ás 9:10

Óla! Bom dia.
Faco um curso Tecnico na area de logistica,no momento ainda nao encontrei estagio , entao pretendo ser voluntario em uma empresa pra ter um pratica na area e facilitar na buscar do emprego mas tarde, e tenho dificuldade de como expor isso no meu curriculo, claramente no meu objetivo.Se pudesse me ajudar ficarei grata, desde ja obrigada.

Deixe um comentário