Ser universitário não é tarefa fácil. Nessa importante etapa da vida, além de o aluno estudar para aprimorar os seus diferenciais e tornar-se um profissional qualificado, normalmente também é o momento  em que  inicia contato com o mercado de trabalho.

Pensando nisso, o BLOG da Mauá separou algumas dicas infalíveis para que você conquiste aquela vaga de estágio, trainee ou emprego tão desejada. 😉

 

1) Antes de tudo, entenda como funciona o relacionamento entre colaborador e empresa.

Muitas vezes, o nervosismo que antecede a entrevista dá-se pela equivocada forma de pensar do entrevistado. Se você foi recrutado, entenda que um trabalho nada mais é do que uma troca: você presta um determinado serviço e, por isso, recebe um pagamento.

Quando for conversar com o representante de RH e/ou líderes de uma determinada empresa, saiba que a avaliação deve ser feita entre ambas as partes. Na entrevista, o recrutador tem como objetivo confirmar os dados apresentados no currículo, analisar as suas pretensões e verificar se você realmente possui o perfil ideal para a vaga disponível. E você, por sua vez, precisa entender se a oportunidade é ideal para a sua carreira e está de acordo com o que busca.

2) Prepare-se adequadamente e faça uma boa entrevista.

Quando você for convidado a participar de um processo seletivo, procure pesquisar sobre a origem da empresa, sua visão, missão e valores. Prepare-se adequadamente para a ocasião e aproveite para anotar as dúvidas, que poderão ser esclarecidas na entrevista.

Estude o melhor trajeto e, no dia marcado, saia com antecedência.

Use roupas discretas e elegantes.

Evite intimidades e informalidades com o recrutador. Seja formal, confiante e pense positivo.

Esteja preparado para perguntas como “quais são os seus pontos fortes e fracos?”, “onde você acha que pode melhorar?”, que são normais nessas situações.

3) Confie em você e seja sincero.

O recrutador sabe identificar se o entrevistado está sendo sincero ou não. As empresas buscam perfis específicos, que nem sempre são divulgados. Às vezes, alguma característica que você julga ruim pode ser vista com outros olhos pelo avaliador. Portanto, procure falar sobre você com honestidade e sem medo.

Responda às questões com foco em suas habilidades. Se você já possui alguma experiência anterior, falar mal do ex-chefe, das pessoas e da empresa onde trabalhou não é uma boa opção.

Se bater aquele nervosismo, explique sua condição e mostre que isso se dá pelo interesse em ser recrutado. Aproveitamos para indicar aqui um vídeo da psicóloga social Amy Cuddy, no TEDGlobal 2012, em que ela ministrou uma palestra chamada “Sua linguagem corporal molda quem você é”. O material é riquíssimo em insights sobre como a linguagem corporal afeta a maneira dos outros nos verem e também de como nos vemos. Entenda que “fazer poses de poder” — ficar numa postura confiante, mesmo quando não nos sentimos confiantes — pode afetar os níveis de testosterona e cortisol no cérebro, impactando até as nossas chances de sucesso.

4) Se não der certo… Vá para o próximo desafio!

Após a entrevista, a ansiedade vem à tona enquanto você aguarda a resposta. Mas,  se ela for negativa, não se desespere, pois isso não significa que você é incapaz, mas que o seu perfil, às vezes, é até melhor do que o buscado pela empresa. Portanto, parta rumo aos novos desafios!

 

Nós desejamos que você tenha ótimas entrevistas e muito sucesso em sua carreira! 😀

#entrevista #carreira #estagio #trainee #vaiMaua

Nenhum comentário para “Como se comportar numa entrevista de emprego”

Quer exibir sua foto? É fácil, basta cadastrar no site Gravatar o e-mail utilizado para fazer os comentários.

Deixe um comentário