A #dicadeMestre de hoje vai para os estudantes que gostam de Física, Matemática e Química, gostam de conhecer coisas novas e são pessoas proativas, curiosas e estudiosas. Se você se identifica com esse perfil, pode ser um excelente Engenheiro Químico!

O profissional de Engenharia Química é “irmão” do Engenheiro Mecânico e “primo” do Químico. A formação do Engenheiro Químico é voltada para sua atuação em processos industriais em que a química está presente. Profissional  preparado para resolver problemas relacionados não só com o produto químico, como também com o processo. A diferença entre as formações reside nos conhecimentos específicos da área de Engenharia transmitidos aos Engenheiros Químicos: fenômenos de transporte, estequiometria industrial, operações unitárias, modelagem e simulação de processos, projeto de instalações industriais. São bastante versáteis e capazes de lidar com problemas técnicos diversos, relacionados com as transformações de materiais e energia, como: projeto, operação, controle e administração de processos de fabricação, visando à otimização da produtividade, da qualidade do produto, da segurança operacional e da disposição de efluentes industriais; assistência técnica ao consumidor; controle e garantia de qualidade; pesquisa e desenvolvimento de produtos e de suas aplicações técnicas; processos de fabricação e de aproveitamento de resíduos industriais, vendas técnicas e marketing industrial.

Ramos da indústria em que pode atuar: petroquímica, polímeros, química fina, polpa de celulose e papel, tintas, vernizes, explosivos, alimentos, farmacêutica, tratamento de água ou efluentes, cerâmica, cimento, vidro, galvanoplastia. O piso salarial de um engenheiro é de 8,5 salários mínimos vigentes (Lei nº 4.950-A/66) e não há limite para o topo de carreira, pois isso, vai depender da área de atuação e do desenvolvimento profissional de cada engenheiro. Mercado crescente, principalmente devido às indústrias petroquímicas e à área ambiental (tratamento do ar e da água).

Duração do curso: 5 anos para o período diurno; 6 anos para o noturno.

Campus: São Caetano do Sul.

Assista ao vídeo com a #dicadeMestre do Prof. Edison Tríboli, que conta sobre o curso, as disciplinas, o mercado de trabalho e os diferenciais da Mauá!

Conheça mais sobre esse curso:  acesse a página de Engenharia Química do site da Mauá!

Bons estudos e sucesso!

#dicasdeMestres #EngenhariaQuimica #essecursoeaminhacara

Nenhum comentário para “#dicasdeMestres | Engenharia Química”

Quer exibir sua foto? É fácil, basta cadastrar no site Gravatar o e-mail utilizado para fazer os comentários.

Deixe um comentário