Pela dificuldade que as pessoas têm em interagir de forma natural com robôs, pesquisadores querem deixá-los cada vez mais semelhantes aos humanos.

Por meio da “Robótica Cognitiva do Desenvolvimento”, que visa compreender o desenvolvimento da inteligência humana com o uso da robótica, professores da Universidade de Osaka, no Japão, criaram o Affetto. Trata-se de uma cabeça robótica, construída nos moldes de um crânio infantil, que possui um sistema eletrônico e mecânico que responde aos sensores implantados em sua pele de silicone.

Capaz de reproduzir expressões faciais de um bebê de forma bastante realista, o Affetto foi modelado para simular uma criança de  1 a 2 anos de idade e será usado para estudar como os bebês desenvolvem as habilidades sociais por meio da interação com quem está cuidando deles.

No vídeo pode-se ver alguns de seus movimentos

Essa é uma demonstração do avanço da Robótica. O que antes era possível ver somente em filmes, está cada vez mais perto de se tornar realidade.

Será que no futuro confundiremos humanos com robôs?

Fontes: http://www.popsci.com, http://www.getrobo.com/getrobo/

1 comentário para “Robôs realistas ou assustadores?”

Quer exibir sua foto? É fácil, basta cadastrar no site Gravatar o e-mail utilizado para fazer os comentários.
Gustavo

5 de março de 2011 ás 16:00

Seja como for, quando os robos forem de uso domestico comum, quero que eles se pareçam com robos ora… humanos nós já temos muitos por aí.

Deixe um comentário