Eureka 2010

Formandos do curso de Engenharia de Controle e Automação do Instituto Mauá de Tecnologia criaram algo inovador para seu trabalho de conclusão de curso: um robô escalador de fachadas prediais. Trata-se de um robô semiautônomo de movimentação vertical que, acionado por cilindros pneumáticos e sustentado por ventosas, é capaz de se locomover em superfícies de vidro, realizando serviços de limpeza em edifícios, ou até mesmo expondo anúncios publicitários.

Climbot

Batizado de Climbot, o robô escalador foi criado após os estudantes observarem a ocorrência de diversos acidentes com equipes de limpeza manual de fachadas. O grupo de alunos, então, teve a ideia de utilizar um robô para executar um trabalho tão perigoso. Seu funcionamento é bem simples: basta que alguém fixe o robô manualmente na parte externa do prédio e, a partir daí, toda movimentação será feita automaticamente por válvulas pneumáticas de atuação, controladas por meio de sinais enviados por um Controlador Lógico Programável (CLP).

Para garantir a segurança do robô, os alunos utilizaram uma fixação a vácuo, em duas ventosas existentes em cada uma das extremidades do robô.  Para que o Climbot possa movimentar-se na superfície do prédio são acionadas alternadamente as ventosas existentes nas extremidades do robô e na base central.

Para atingir o principal objetivo, que é a limpeza das fachadas, o grupo incluiu na base central um sistema que possibilita ao robô uma rotação de até 90°. Nessa base central também se encontra o conjunto de limpeza, composto por uma mangueira acoplada a um bico que lança jatos em formato de ‘nuvem’ e uma esponja de alta absorção feita de EVA (Espuma Vinílica Acetinada). A higienização é realizada com um produto biodegradável, utilizado em limpeza automotiva, misturado em água. Já para a aplicação de publicidade, serão colocados suportes de baixo peso no robô, para que ele possa carregar o material desejado.

Inventores

Desenvolvido pelos alunos Alisson Martins de Moura, Gustavo Mattos Miranda, Henrique de Almeida Nunes, João Felipe de Fontes Rocha, Rafael Ribeiro Teixeira, o robô escalador de prédios será apresentado durante a EUREKA 2010, mostra anual dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) dos alunos da Mauá, que acontece de 15 a 17 de outubro no campus de São Caetano do Sul. O evento é aberto ao público em geral.

7 comentários para “Eureka 2010: robô escalador de prédios”

Quer exibir sua foto? É fácil, basta cadastrar no site Gravatar o e-mail utilizado para fazer os comentários.
Alvaro Luiz Pedreira Filho

16 de outubro de 2013 ás 14:04

Por favor gostaria de saber o contato dos meninos inventores muito obrigado .

Mario Loureiro

26 de fevereiro de 2011 ás 13:08

Gostaria de entrar em contato com os inventores. Tenho interesse em utilizar o Robô. Alugar ou comprar. Peço entrar em contato pelo email acima indicado me fornecendo telefone.

Jose Alberto Sá

18 de outubro de 2010 ás 7:01

Parece que foi plagio, copia, ou como queira chamar……
Entre no link abaixo e veja quem inventou o robo que limpa fachada ou CLIMBOT.
– psm.fke.utm.my/…/files/477_LEEWEISIANG2009.pdf –
CLIMBOT WINDOW CLIMBING ROBOT LEE WEI SIANG UNIVERSITI TEKNOLOGI …

    18 de outubro de 2010 ás 15:54

    José, o Climbot que você comentou foi desenvolvido com um mecanismo de ventosas giratórias, completamente diferente do Climbot desenvolvido por alunos da Mauá. Sendo assim, a ideia de um robô que limpa fachadas pode não ser nova, mas sua estrutura e seu funcionamento são novos e originais.

    3 de novembro de 2010 ás 18:26

    Olá José, boa tarde.

    Eu sou um dos integrantes do grupo que desenvolveu o robô ESCALADOR de fachadas prediais. Não simplesmente para limpeza mas pode ser utilizado para diversas aplicações.

    O material que você citou em anexo inclusive nos serviu de base para desenvolvermos o nosso robô, e no relatório final será citado nas referências, porém se você tivesse ido à Eureka teria visto que o robô não tem NENHUMA semelhança tecnológica ou “engenheira” ao que foi citado

    O Robô que desenvolvemos tem como UMA DAS APLICAÇÕES a limpeza de fachadas prediais a partir de movimentação com cilindros pneumáticos e fixação por ventosas.O controle é feito por um CLP e não por um microcontrolador como no robô que foi citado.

    Na feira quando estávamos explicando falávamos para todas as pessoas que o nosso projeto era novo por três motivos:
    1 – pode ser utilizado para inúmeras aplicações (publicidade móvel, pintura de fachada, monitoramento de eventos, etc.);
    2 – sistema de giro para se locomover na vertical e horizontal com cilindros pneumáticos;
    3 – controle pneumático através de CLP;

    Ainda na feira dizíamos que o único “PARECIDO” que existia no mundo era o do Sr. Lee Wee Siang, nenhum outro mais.

    O robô não foi feito para limpeza, e sim para diversas aplicações por isso é caracterizado por uma ideia inovadora que ainda não existia no mercado.

    Abraços.

Pingbacks & Trackbacks

Deixe um comentário