Eureka 2010

O lucro está onde residem as oportunidades. Qual o empresário, que ouvindo esta frase, nunca pensou em poder levar seu negócio para onde fosse mais oportuno? Um grupo de alunos do curso de Administração do Instituto Mauá de Tecnologia, com base na ideia de levar – de forma rápida e sistemática – os serviços de alimentação para algum lugar em que esse negócio pudesse ser mais competitivo, definiram como tema de trabalho de conclusão de curso uma nova proposta de negócios: um fast-food itinerante.  O projeto sugere um diferente tipo de disposição e estruturação física para restaurantes, lanchonetes ou qualquer empresa do ramo de alimentação com serviço fast-food, que permita o seu deslocamento para qualquer local.

Segundo os alunos, existem outros tipos de estruturas itinerantes disponíveis, porém, elas não possuem um direcionamento em longo prazo, não são trabalhadas de  forma a atender totalmente à demanda e aproveitam somente momentos de ‘pico’ do mercado. Enquanto que, no plano de negócios sugerido pelo grupo, a intenção é uma estrutura viajante que passe de cidade em cidade, permanecendo por um período pré-determinado, adaptando-se às características e ajustando seus serviços à demanda e ao perfil do consumidor de cada local.  O grupo entende que esse projeto pode atender especificamente três tipos de situações como grandes eventos, temporadas e divulgação ou fortalecimento de algumas marcas.

Inspiração

A ideia inicial nasceu de uma simples conversa entre um dos membros do grupo e o pai, sobre o mercado das grandes cidades e o quanto ele está esgotado, não só no ramo Alimentício, mas em outros segmentos como Educação e Transportes.  Foi quando pensaram na possibilidade de levar uma marca renomada para fora dos grandes centros, de forma que várias cidades pudessem ser contempladas.

Com o projeto, os estudantes pretendem oferecer uma solução inovadora ao problema de esgotamento e expansão de mercado corrente em grandes cidades ou centros urbanos, levando diferentes marcas do ramo de fast-food para locais alternativos. O projeto também tem como objetivo apresentar outras opções aos consumidores desses lugares, que hoje têm seu leque restrito ao comércio local.

O Plano de negócio fast-food itinerante foi desenvolvido pelos formandos Claudio Olivetti Mesquita, Daniel de Lara Moraes, Gustavo Grassetti Talo, Rafael Mora Gaspari e Vinicius Tocchio Figueredo e será apresentado na EUREKA 2010, evento que ocorre de 15 a 17 de outubro no campus de São Caetano do Sul. A Eureka visa mostrar ao público em geral os Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) desenvolvidos pelos estudantes da Mauá durante a última série dos cursos da Instituição.

1 comentário para “Eureka 2010: fast-food itinerante”

Quer exibir sua foto? É fácil, basta cadastrar no site Gravatar o e-mail utilizado para fazer os comentários.
luiz antonio pavanello

2 de novembro de 2010 ás 10:10

ideia mto boa, alias eu to pe nsando há algum tempo montar aqui na regiao
de campinas um negocio sobre rodas

parabens
luiz

Deixe um comentário