Como o Brasil será palco da Copa do Mundo de 2014 e da Olimpíada de 2016, muitos investimentos precisarão ser feitos na infraestrutura do País para que os dois eventos aconteçam com sucesso.

Um dos mais ambiciosos e polêmicos projetos é do trem-bala brasileiro, que tem o objetivo de transportar muitos passageiros em pouco tempo, passando pelas cidades de Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro. Ambicioso, porque seu trajeto terá uma extensão de aproximadamente 518 km, sendo 26% de viadutos ou pontes e 33% de túneis, podendo chegar a uma velocidade de até 280 km/h – a viagem entre Rio de Janeiro e São Paulo levará apenas 80 minutos. Polêmico, porque os candidatos às eleições deste ano têm opiniões divergentes sobre o projeto e também porque o trem-bala tem um custo muito alto, cerca de 34 bilhões de reais.

Desde a metade do século passado o setor ferroviário brasileiro vem perdendo relevância: o território brasileiro é 22 vezes maior do que o japonês, mas a extensão de estradas de ferro é quase a mesma do Japão. Entre as vantagens do trem-bala, também conhecido como TAV (trem de alta velocidade), podemos citar:

  • Viabilizar o desenvolvimento de polos regionais ao longo da ferrovia, estimulando a geração de diversos empregos diretos e indiretos, possibilitando melhor distribuição da população e da produção, reduzindo a aglomeração das grandes metrópoles;
  • Nova alternativa de transporte, com boa competitividade de preço e qualidade em comparação às viagens aéreas, capaz de aliviar o sistema aeroportuário, rodoviário e urbano;
  • Reduzir o tempo das viagens, com baixa probabilidade de atrasos;
  • Reduzir o congestionamento e o número de acidentes nas rodovias;
  • Emissão de carbono (CO²) menor do que dos outros meios de transporte;
  • Positivo ao empreendedorismo, pois executivos, consultores e mão de obra qualificada podem deslocar-se com mais facilidade.

Como escreveu Maurício Lemos, economista e diretor do BNDES, “O TAV ajudaria o coração econômico do Brasil – a região metropolitana de São Paulo – a ter suas artérias desobstruídas, propiciando maior crescimento e um desenvolvimento regional mais equilibrado da economia brasileira. O Rio de Janeiro, São Paulo e o Brasil ganham com o TAV”.

O governo parece confiante no projeto e o ministro dos transportes, Paulo Sérgio Passos, chegou a admitir que estudos de viabilidade estão sendo feitos para mais três linhas de trens-bala no Brasil, que ligariam Paraná, São Paulo e Minas Gerais.

Palestra na Mauá

Aproveitando que o assunto é transporte público, inscreva-se para assistir a palestra do Engenheiro Adriano Murgel Branco, que já foi secretário da Habitação e Transportes do Estado de São Paulo:

Transportes Públicos

Referências:
– http://oglobo.globo.com/opiniao/mat/2010/08/30/tav-custos-versus-beneficios-917506402.asp
– http://oglobo.globo.com/economia/mat/2010/09/20/brasil-pode-ter-tres-novos-projetos-de-trem-bala-919771316.asp
– http://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/o-tav-e-o-incentivo-ao-desenvolvimento-regional/47761/
– http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100911/not_imp608290,0.php
– http://mundoestranho.abril.com.br/tecnologia/primeiro-trem-bala-brasileiro-431986.shtml
– http://pt.wikipedia.org/wiki/Trem_de_alta_velocidade_no_Brasil

Estudantes da Academia Italiana de Arte, Moda e Design de Florença, na Itália, participaram de um encontro com representantes da fabricante de relógios Swatch, cujo tema foi “Criatividade e Indústria”.

No encontro, após um bate-papo com os profissionais da Swatch, os estudantes apresentaram diversos projetos acadêmicos com sugestões de produtos para a diretora de criação da Swatch Group Italia, Claudia Cannone. Abrangendo desde a arte gráfica até o empacotamento dos relógios, os trabalhos foram inspirados por temas contemporâneos: alguns sérios, como a preservação do meio ambiente, outros informais, como balas e chicletes.

Os trabalhos impressionaram os gestores da Swatch e este pode ser o primeiro passo em direção a uma parceria, já que a Swatch está constantemente buscando novos talentos.

A Academia Italiana de Arte, Moda e Design prevê estender o projeto em nível interdisciplinar, envolvendo os grupos de pesquisa da escola, que oferece cursos de Design de Moda, Artes Gráficas, Comunicação Visual, Mobília e Design do Produto.

Confira alguns trabalhos dos estudantes:

(clique nas miniaturas para aumentá-las)

Quem está procurando uma faculdade para estudar e decidindo qual carreira seguir, muitas vezes precisa conhecer melhor suas opções, obter mais informações e receber orientação especializada.

É por isso que a Mauá oferece o seu Programa de Visitas. Para participar, é preciso apenas que o interessado escolha o dia em que gostaria de vir até a Mauá e preencha um rápido cadastro. A visita ao campus da Mauá permite conhecer a infraestrutura do Centro Universitário, tirar todas as dúvidas.

.

PROGRAMA PARA VISITAS EM GRUPO (PARA COLÉGIOS):

Visita ao Campus de São Caetano do Sul

A visita ao campus possibilita conhecer de perto a realidade acadêmica, incluindo os laboratórios em que são desenvolvidas atividades práticas de DESIGN e da disciplina INTRODUÇÃO À ENGENHARIA, criada para dar aos alunos uma visão geral das habilitações oferecidas pelo curso de Engenharia da Mauá, no qual a opção pela carreira é feita ao final da 1ª série.

1) Palestra (30 minutos) – “O Mundo da Tecnologia”: proferida por um professor da Mauá.

2) Laboratório de Design (20 minutos)

3) Laboratórios de Introdução à Engenharia (2h30min)

São visitados até 5 módulos dos 7 existentes. Professores e técnicos fazem demonstrações e discutem com os alunos e professores acompanhantes as oportunidades de emprego, as possíveis atividades da área e sua importância para a sociedade. Módulos:

  • Alimentos
  • Civil
  • Elétrica
  • Mecânica
  • Mecatrônica
  • Produção Mecânica
  • Química

4) Tour pelo Campus

O programa inclui um passeio pelo Campus, com visitas as seguintes áreas:

  • Biblioteca
  • Centro de Pesquisas
  • Centro de Vivência Acadêmica
  • Complexo Esportivo (ginásio de esportes, campo de futebol e piscina)
  • Praça de Alimentação (onde é oferecido um lanche)
  • Outros pontos de interesse do grupo

.

Visita ao Campus de São Paulo

A visita ao campus possibilita conhecer de perto a realidade acadêmica, incluindo salas de aulas e laboratórios em que são desenvolvidas atividades práticas do Curso de Administração.

Permite que os alunos do ensino médio tenham a oportunidade de entender a atividade do administrador e suas possibilidades profissionais.

1) Passeio pelo Campus (30 minutos)

2) Palestra (30 minutos) “O Administrador: Presente e Futuro”

.

VISITAS PERSONALIZADAS

Na visita personalizada é possível conhecer mais sobre o curso ou habilitação em que se tem interesse, por meio de uma conversa com o Coordenador do Curso e uma visita ao campus.

Agende uma visita à Mauá!

F1 Fórmula 1 acidentes não fatais

Acidentes são inevitáveis em esportes que envolvem alta velocidade. Alguns terminam em tragédia e outros apenas adicionam adrenalina e emoção aos fãs do esporte, com carros sendo destruídos sem causar grandes danos à integridade física dos pilotos. Confira abaixo uma seleção dos 10 acidentes não fatais mais impressionantes da F1 (vale ressaltar que todos os pilotos a seguir voltaram a correr):


1. Na reta final do Grand Prix da Itália, em 1993, Christian Fittipaldi realizou uma proeza. Na tentativa desesperada de ultrapassar o piloto à sua frente, ele acabou tocando o veículo do adversário, fazendo com que seu próprio carro fosse lançado ao ar num giro 360°. Ele retornou ao chão, recuperou o controle e ainda cruzou a linha de chegada em oitavo lugar. (mais…)