Quando um engenheiro quer um Porsche, mas está sem dinheiro para comprar um, o que ele faz? Ele constrói o seu próprio carro, na garagem de casa mesmo!

Este é o Ferdinand GT3 RS, um “quase carro” inspirado no Porsche GT3 RS. Um protótipo ultraleve feito por um austríaco, com apenas 100 kg, construído com partes de bicicletas, tubos plásticos e muita fita adesiva. A maior diferença entre o Ferdinand e o Porsche é a potência: enquanto o carro de verdade tem um motor 3.6 com 380 CV, a versão ultraleve conta com as pernas do motorista e pedais para girarem suas rodas.

Resumindo, é o Porsche mais lento da história, que não emite gases poluentes e ainda combate o sedentarismo. Atualmente ele fica exposto no Museu de Arte Lentos, na cidade Linz, Áustria. Confira abaixo a galeria de fotos e um vídeo sobre essa obra fenomenal!

6C9G9ZZG4D69 technorati’s code

20 comentários para “Fazendo um Porsche na garagem de casa”

Quer exibir sua foto? É fácil, basta cadastrar no site Gravatar o e-mail utilizado para fazer os comentários.
Anderson

10 de março de 2011 ás 7:57

I-N-C-R-Í-V-E-L O.º

jozias

21 de julho de 2010 ás 20:51

o cara e bom,manja bastante,haja paciencia……

o_Moiza

21 de julho de 2010 ás 19:33

Agora.. o duro é esse reporter ENGESSADO em :???

Luiz

21 de julho de 2010 ás 18:53

esse eh o porsche dos flintstones

Juvêncio

21 de julho de 2010 ás 18:24

Isso tá mais pra habilidade… coisa de arquiteto. Engenheiro é um termo genérico. E o que tem a ver os comentários com inclusão digital? Estão restritos aos “bonzões?” Chato é essa coisa… origamis são mais originais!

Laura

21 de julho de 2010 ás 15:55

Fico mto bom mesmo!
E esses caras e ficam falando besteira não devem saber nem montar esse projeto no papel, bando de jumento condenadores HUIAHUIAHUAIHUAIHUIAA

leandro

21 de julho de 2010 ás 13:35

Nossa realmente uma obra prima para quem gosta de carros como eu
bem no estilo pica pau com aqueles carros q ele andava nos desenhos conserteza
muito complexo para se construir ,a replica se assemelha muito com o original acho q eu com um desses daria até pra pegar algumas minas por aqui num !!!!!

Renan

21 de julho de 2010 ás 11:49

Muito loooco.. Muito bom a criatividade e inteligencia do cara!!

Mas como disse nosso companheiro: "maldita inclusao digital!"

é isso ai depois dessa tal inclusao digital qualquer mané burro num sei das quantas pode chamar um projeto bom desse de "pobre".

911 carrera

21 de julho de 2010 ás 10:55

Cara muito loco é o flinstones do século 21 ahuahauha

Muito massa!!!

Nélio Vilela

21 de julho de 2010 ás 7:47

Projeto muito legal… capacidade para muito poucos. Gostaria de tê-la.

E os comentários idiotas tanto quanto os que o escreveram.

Os caras são foda na engenharia.

JM

20 de julho de 2010 ás 21:11

Maldita Inclusão Digital.

Agora qualquer pobre pode falar que um belo projeto de engenharia é coisa de pobre.

Só respondam isso: Tem faculdade?

Luis

20 de julho de 2010 ás 19:08

muito bem pensado e organizado.Concerteza são otimos engenheiros também…

Legal

20 de julho de 2010 ás 18:20

Incrivel a capacidade do cara. Impressionante a semelhança!

Mr.question

20 de julho de 2010 ás 17:29

Isso foi um projeto de engenharia, cambada de idiotas! Quem chama o cara de pobre é mais burro que as rodas de bicicleta do modelo, não entendem nada, não sabem nem fazer casinha com palito de picole. Por favor né, PROJETO DE ENGENHARIA, muito além do pouco conhecimento de vcs!

Muito bom o modelo do cara, ultraleve mesmo, bem feito.

pobreza

20 de julho de 2010 ás 14:09

Affe pobre eh 1 desgreta mesmo em?
Bagulho enrolado com papel laminado, roda de bicicleta

SccP

20 de julho de 2010 ás 14:00

Affs, q falta do q fazer!

Deixe um comentário