Uma nova e curiosa ideia pode tornar-se uma grande tendência tecnológica: o bi-computing, com monitores costas às costas (ou, back-to-back). A grande vantagem seria o melhor aproveitamento de espaço e aumento de sua eficiência.

As residências e comércios com pouco espaço seriam os mais beneficiados com o monitor duplo, que permitiria diversas combinações, abrindo um leque de opções que não seriam possíveis sem este aparelho com “duas frentes”. Membros da mesma família poderiam curtir atividades juntos e empresas poderiam potencializar sua conectividade e eficiência.

A ideia é do designer Phil Pauley, que pensou em juntar dois computadores e dois monitores unidos em um só (preferencialmente, com tudo wireless). Numa frase, Pauley resume a ideia: “um sistema de computação projetado para aplicações multiusuário que reduz custos e consumo de energia, aumenta a produtividade e diminui o desperdício”.

Nenhum comentário para “Bi-Computing: tendência ou exagero?”

Quer exibir sua foto? É fácil, basta cadastrar no site Gravatar o e-mail utilizado para fazer os comentários.

Deixe um comentário