brawn

O Grande Prêmio de Fórmula Um do Brasil, além de palco para Jenson Button garantir o título do campeonato 2009 e fazer a festa da equipe Brawn, foi também uma chance única de aprendizado e experiência para um grupo de alunos da Mauá.

Seis alunos fizeram parte da Comissão Técnica, responsável pela fiscalização técnica dos carros, constituída de cerca de trinta pessoas. O trabalho envolveu a vistoria inicial e final, pesagem de carros e pilotos, fiscalização do uso dos pneus e outras atividades durante os treinos e a corrida.

O aluno de pós-graduação e engenheiro da Divisão de Motores e Veículos do Centro de Pesquisas da Mauá, Willian Kurilov de Moraes, conta como se deu sua participação no GP: “Desde o ano passado eu e alguns integrantes do grupo da Formula SAE fazemos parte da Confederação Brasileira de Automobilismo e desde então participamos de campeonatos brasileiros como a Copa Clio e Stock Car como auxiliares técnicos. Dessa relação surgiu o convite para trabalharmos nas corridas do ano passado e deste”.

“Além de trabalhar na Comissão Técnica neste ano, como Tar Checker, que controla o desgaste dos pneus das equipes, atuei como Initial Scrutineer, responsável por verificar todos os carros antes da liberação para o treino e corrida. Passamos por todos os boxes e avaliamos questões de segurança, motor e até o cockpit do piloto. Depois liberamos o carro”, explica Willian sobre as suas funções no GP.

Além da participação desses alunos, a Mauá também esteve presente na pessoa do Engenheiro Mecânico Clóvis Matsumoto, formado na Mauá em 2000, que foi nomeado Chefe da Comissão Técnica do GP Brasil.

Cada corrida de Fórmula 1 é um espetáculo, e participar de um GP é uma experiência única. Vale ressaltar que todos que participaram da corrida também atuam na Divisão de Motores e Veículos do Centro de Pesquisas da Mauá, que proporciona contato direto dos alunos com a mais atual tecnologia automobilística do mundo. Entre elas, a Fórmula 1 😉

1 comentário para “GP Brasil de Fórmula 1: a Mauá esteve lá!”

Quer exibir sua foto? É fácil, basta cadastrar no site Gravatar o e-mail utilizado para fazer os comentários.
PEDRO HENRIQUE MARIN

5 de janeiro de 2010 ás 16:48

essa notícia é bastante interessante para os curiosos ´´ engenheiros´´ de plantão , gostei de saber que as grandes empresas às vezes se lembra de nós simples mortais que busca alcançar o topo um dia . Eu também sou um deles ´´futuros sonhadores“.

Deixe um comentário