Os alunos de Engenharia Mecânica da Mauá, Leonardo Silva Santos, Maite Cerioni Toth, Marcelo Speroni Paulussi e Raquel Capussoni Campos de Oliveira, sob a orientação do professor Dr. Guilherme Wolf Lebrão, apresentaram no final de 2014 o seu Trabalho de Conclusão de Curso, no qual desenvolveram rodas automotivas compostas por fibra de carbono, a fim de reduzir o consumo de combustível e melhorar o rendimento e desempenho dos automóveis.

A fibra de carbono, que teve origem na indústria aeroespacial, é um material leve e resistente. Por ser um elemento de massa não suspensa, a redução de peso é mais significativa e  afeta de forma considerável a dirigibilidade do veículo.

A princípio, os alunos da Mauá criaram a roda para um veículo tipo fórmula (veículo experimental com características de veículo de corrida utilizado pela Mauá em Atividades de Competição Acadêmica), mas pretendem expandir o projeto para veículos de passeio.

O estudo do grupo comprova a viabilidade e as vantagens do projeto. Normalmente, veículos tipo fórmula utilizam rodas de liga de aço ou alumínio, que pesam, respectivamente, cerca de 4,5 kg e 9 kg. Já a roda de fibra de carbono é muito mais leve, chegando a 2,5 kg. Além disso, o consumo de combustível é reduzido e os sistemas de suspensão e transmissão sofrem menos impacto. A nova roda também é mais resistente, pois durante os testes realizados, o produto composto por alumínio chegou a quebrar e o de aço amassar, mas o de fibra permaneceu intacto.

Por enquanto, a produção dessa roda é limitada e possui um custo aproximado de R$ 2 mil reais cada, porém estudos estão sendo realizados com o objetivo de produzir o produto em larga escala a um custo mais viável.

A Mauá se orgulha das ideias de mentes inovadoras como essas, buscando incessantemente melhorias que podem transformar o mundo. Parabéns a todos os envolvidos! :D

 

Saiba mais sobre o curso de Engenharia Mecânica, clique aqui.

#vaiMaua #EngenhariaMecanica #projetosdealunosMaua #orgulhodeserMaua

2015 está sendo marcado por um cenário econômico crítico. Muitos especialistas de mercado definem que estamos passando por um período de cautela em relação às finanças e economia do País.

Neste momento frágil, o consumidor deve pensar em sua economia pessoal e rever os seus hábitos de compra. É tempo de reeducar-se, reavaliar as despesas e entender se o consumo é indispensável ou supérfluo, a fim de reduzir ou até mesmo extinguir gastos desnecessários.

Várias reformas precisarão ser feitas para restaurar a saúde da economia brasileira. Enquanto isso ocorre, o professor Ricardo Balistiero, coordenador do curso de Administração da Mauá, aponta caminhos para tornar as suas aplicações mais rentáveis, com o objetivo de poupar reservas e obter boas margens de ganhos.

Segundo o professor, a alta de juros é tendência para 2015 e 2016, por isso o consumidor que souber poupar poderá sofrer menos impacto. Aplicações em renda fixa são ideais no período. Confira algumas opções que pagam boas taxas de juros.

- Letras de crédito de Agronegócios (LCAs) é uma opção atrativa, pois recebem a isenção do IR e IOF, apresentam boa rentabilidade e baixo risco. Nesse investimento, os recursos são destinados ao fomento do agronegócio.

- CDB de bancos de primeira linha é um empréstimo feito pelo correntista ao banco, podendo ser pré ou pós-fixado. O principal risco da aplicação em CDB é de o banco quebrar. Por isso, a recomendação é investir em bancos de primeira linha.

- Tesouro Direto é a venda de títulos públicos a pessoas físicas. A taxa de rendimento é atrativa e as taxas de administração e de custódia são baixas. Imposto de Renda só é cobrado no momento da venda, pagamento de cupom de juros ou vencimento do título.

As rendas variáveis precisam ser avaliadas com cautela, pois ainda estão muito instáveis. Boa parte do índice da Bovespa é definido pelas ações da Petrobras que, devido aos últimos fatos, estão em desvalorização. Para quem já possui esse tipo de aplicação – principalmente investidores da Petrobras -, a recomendação é ter paciência e aguardar as medidas do atual governo para que o cenário mude (detalhe: em médio e longo prazos). Cadernetas de poupança também não são aconselháveis para o período.

Uma aplicação alternativa e também lucrativa em médio e longo prazos são os fundos de previdência privada. Existem dois modelos. Veja a seguir.

- VGBL é o indicado para quem declara imposto de renda no modelo simplificado;

- PGBL é destinado a quem declara o imposto de renda no modelo completo, permitindo um abatimento de 12% da renda bruta.

Para concluir, o professor Ricardo Balistiero enfatiza que enfrentaremos grandes desafios ao longo dos próximos anos e sugere que o consumidor invista o seu tempo atualizando planilhas de finanças pessoais, além de avaliar a real necessidade de cada gasto. Esses não são métodos de controles inovadores, mas certamente funcionam.

 

Saiba mais sobre o curso de Administração da Mauá

A Mauá trabalha para formar profissionais focados em Empreendedorismo, que aprendem a identificar oportunidades e a alcançar resultados, com base na metodologia PBL – Problem Based Learning.

O Administrador Mauá é um profissional preparado para atuar, sempre como líder, nos mais diversos mercados de trabalho: em instituições financeiras, em empresas de serviços, de consultoria, no comércio varejista ou atacadista e em indústrias em geral, como nos segmentos automobilístico, eletroeletrônico e alimentício, entre outros.

Os alunos desenvolvem, ao longo do curso, capacitação e treinamento para a tomada de decisões e para a resolução de problemas de gestão empresarial. Esse programa, pela qualidade do ensino e pela proposta profissional do curso, diferencia o Administrador Mauá que, já ao término da Graduação, está preparado para o mercado de trabalho.

 

Muitos alunos sentem-se amedrontados com a expressão “P1”. Afinal, essa pequena sigla representa a chegada de um longo período de muitos estudos para as provas do primeiro bimestre!

Hoje, o BLOG da Mauá quer quebrar paradigmas e provar que isso não é um bicho de sete cabeças. E é possível passar por essa fase numa boa. ;)

Separamos para você, aluno da Mauá, algumas dicas de estudos para o dia  a  dia que o ajudarão muito no período de provas. E, lembre-se, sua dedicação é extremamente importante para que os resultados sejam satisfatórios.

- Estude sozinho. Ao se reunir com outras pessoas, perder a concentração e falar sobre assuntos diversos torna-se algo tentador. Portanto, cogite essa possibilidade apenas se você for a pessoa  a  explicar  a matéria, pois estudos comprovam que quem explica absorve mais do que quem ouve. Aliás, explicar a matéria para você mesmo é uma ótima técnica de aprendizado.

- Escreva tudo. Estudos comprovam que quem só lê  perde a concentração. A escrita é essencial para entender o assunto e mantê-lo fresco na mente. E não vale digitar, hein?! Escrever é mesmo o melhor método.

Use marca-textos e canetas coloridas para enfatizar os pontos principais e mais importantes. Procure condicionar-se a estudar por tópicos e resumos, pois , ao lê-los, você trará a sua memória  todo o conteúdo estudado.

- Desligue o celular e demais itens eletrônicos. Meio óbvio, mas eficaz. Livre-se das tentações do Facebook, Whatsapp e afins. Eles são inimigos da concentração.

- Revise, no mesmo dia, a matéria que aprendeu.  Isso fará com que não acumule conteúdo. Além disso, o seu cérebro entenderá que aquilo é importante e o memorizará com mais facilidade.

- Entenda como você funciona. Preste atenção aos horários em que se sente mais produtivo e aproveite para revisar as matérias mais difíceis nesse período. Se sentir que está perdendo a concentração, dê uma pausa para descansar e depois volte. Afinal, não adianta forçar se não consegue mais absorver o conteúdo…

Mas cuidado: disciplina é tudo! Estipule metas e prazos de estudos para não cair na tentação de “deixar para depois”.

- Organize-se. Estude num ambiente organizado e tranquilo. Use uma agenda ou um local prático para anotar as suas tarefas. Procure não desrespeitar os horários estipulados para as atividades e estudos.

- Crie um ritual antes de realizar os seus estudos. Procure fazer algo para instruir o seu cérebro a estudar, como pegar um copo de água e deixar ao lado da mesa de estudos ou até mesmo fazer um alongamento. Com o tempo, esse condicionamento auxiliará  sua concentração.

- Acompanhe as novidades das disciplinas pelo Moodle e Youtube da Mauá. O corpo docente trabalha incessantemente para proporcionar aos alunos todos os recursos necessários, com o objetivo de facilitar os seus estudos. Portanto, fique sempre de olho nos conteúdos frequentemente publicados no Moodle e Youtube da Mauá. Abaixo estão os links das videoaulas disponíveis.

EFB501 – Química I >> http://goo.gl/9BeXnr

EFB105 – Cálculo Diferencial e Integral I >> http://goo.gl/5Do8nh

EFB205 – Física I >> http://goo.gl/BP99Ct

EFB106 – Vetores e Geometria Analítica >> http://goo.gl/Pdz7q4

 

Se mesmo com essas dicas você ainda sente muita dificuldade com os estudos, conte com o Programa de Apoio ao Aluno da Mauá, que busca dar todo o suporte aos alunos da 1.ª série com dificuldades de adaptação, proporcionando orientações para melhor aproveitamento dos estudos e contribuindo para o desenvolvimento acadêmico, aproximação com os professores, informações sobre as atividades oferecidas pela Mauá, entre outros. Agende um horário com a coordenação do Programa pelo e-mail apoio.aluno@maua.br (saiba mais).

 

A Mauá deseja a todos uma boa prova! #vaiMaua

 

#vemP1 ‪#estudandoparaaP1 #euvouconseguir #vaivalerapena #orgulhodeserMaua

Os alunos do Ciclo Básico de Engenharia da Mauá, aspirantes a Engenheiros Químicos ou que desejam conhecer mais sobre o ramo, contam agora com uma atividade prática anual (80 horas) integrada à disciplina PAE101 – Projetos e Atividades Especiais, denominada PRO107 – Fabricação de Sabonete Líquido e Sabão em Barra.

O projeto tem como objetivo apresentar uma visão sobre os diferentes tipos de insumos, características e suas aplicações, além da preparação e desenvolvimento de formulações cosméticas e produtos de higiene pessoal, de acordo com as recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) – resolução 211/2005.

Essa atividade será realizada por meio de aulas dinâmicas focadas na prática e no empreendedorismo, além de seminários, visitas técnicas, palestras com profissionais da área, geração de relatórios e desenvolvimento do projeto de fabricação de sabonete líquido e sabão em barra.

A Mauá acredita que a soma dos conhecimentos adquiridos na graduação será fundamental para o aluno desenvolver sua capacidade de otimizar e projetar sistemas em escalas laboratorial e piloto. Portanto, o projeto foi criado para apresentar características experimentais acentuadas, que exigirão do aluno dedicação, interesse, atenção e foco nas metas a serem cumpridas.

          

Confira as etapas do projeto:

(a) apresentação do projeto pelo professor e critérios de avaliação e conduta;

(b) formação das equipes, nome das empresas e distribuição de cargos específicos;

(c) pesquisa bibliográfica;

(d) preparação do produto sob a orientação do professor, em escalas laboratorial e piloto;

(e) controle de qualidade;

(f) análise financeira;

(g) embalagem e rótulo;

(h) impactos ambientais;

(i) apresentação oral do projeto pela equipe;

(j) elaboração do relatório técnico;

(k) visita técnica.

Prof.ª  Responsável pela atividade: Dr.ª Patricia Antonio de Menezes Freitas

Técnica: Luana Lopes de Brito

 

Veja algumas “empresas” (equipes) que já estão trabalhando nesse projeto sob a gestão da Prof.ª Patricia Antonio de Menezes Freitas, com auxílio da técnica Luana Lopes de Brito.

    

  

Assista a alguns vídeos relacionados com o tema!

Para mais informações, acesse a disciplina PAE101 – Projetos e Atividades Especiais, no Moodle da Mauá.

Gostou? Então, fale com o seu tutor e faça parte dessa equipe!

#PAE101 #ProjetoseAtividadesEspeciais #vaiMaua #orgulhodeserMaua